free web maker

Saiba mais um pouco sobre o ministério de ensino!
Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo (1 Co. 11:1).

O Ministério de Ensino

1

O exemplo

Como já disse alguém, o pastor ou o ministro discipulador ensina, primeiramente através de seu exemplo, e depois verbalmente. Ele prega o que pratica e deve praticar o que prega.

2

O apóstolo Paulo escreveu:

Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo (1 Co. 11:1).

A dedicação

1

A responsabilidade de quem ensina

O ministério do ensino da Palavra é primordial para a igreja exercer o discernimento no que tange ao tempo em que vive (culturas, teologia, filosofias etc.). Tão importante é a função do mestre na igreja que as Escrituras declaram o quanto ele deve esforçar-se intelectualmente para exercer tão nobre tarefa (Rm 12.7; 1Tm 4.13). É uma tarefa importante e indispensável que exige muito de quem a desempenha.

2

A prática

Antes de ascender aos céus, de modo solene Jesus determinou aos seus discípulos que ensinassem “todas as nações [...] a guardar todas as coisas” que Ele tinha ordenado (cf. Mt 28.19,20). O livro de Atos registra a obediência dos primeiros apóstolos no cuidado de cumprir a determinação de Jesus. Após a descida do Espírito Santo (At 2.1-6), o discurso de Pedro foi um verdadeiro ensino proferido no poder do Espírito Santo (At 2.14-40).

3

Ensinamento persistente

Os primeiros mestres das Escrituras foram os integrantes do Colégio Apostólico (At 5.42, cf. vv.40,41). A Igreja começou nas casas, onde o ensino era ministrado a pequenos grupos nos lares. Falando aos anciãos de Éfeso, o apóstolo Paulo mostrou-se como um verdadeiro mestre que ensinava “publicamente e pelas casas, testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo” (At 20.20,21).

Mobirise

Fazendo discípulos! Jesus, na grande comissão (Mateus 28.19-20), diz: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Em outras palavras, não basta ir e pregar o evangelho, é necessário, após a conversão, ensinar, fazer discípulos, ensinar a guardar todos os ensinamentos bíblicos.

Siga-nos nas Redes Sociais!